quinta-feira, 11 de janeiro de 2007

Ave Franklin! Por BruneLLa França

Não aprenderam nada com Severino?

Os parlamentares estão em férias, mas a atividade política vai a todo vapor. O motivo: a disputa pela presidência da Câmara dos Deputados. O cargo de presidente da Câmara é um dos mais cobiçados da República. Até o momento, temos dois candidatos, ambos da base governista: Aldo Rebelo (PCdoB-SP) – atual presidente da Câmara – e Arlindo Chinaglia (PT-SP), mas um grupo suprapartidário também se movimenta para entrar na disputa e promete atrapalhar os planos do governo de uma eleição tranqüila. É o movimento pró-renovação, que deseja um presidente sem ligação com o antigo Congresso, campeão de escândalos de corrupção e impunidade.

Por enquanto, Aldo Rebelo tem o apoio de 17 governadores e parece ser o preferido da maioria da base governista. O PT, porém, não está disposto a ficar para trás na briga pelo poder e exige que o líder da Casa seja alguém do Partido dos Trabalhadores. Isso porque a sigla se vê perdendo espaço dentro do governo Lula, na medida em que o próprio presidente tem desvinculado sua imagem do partido pelo qual foi reeleito.

No Senado, o cenário que se desenha é bem mais tranqüilo. Com a maioria absoluta dos senadores, 20 ao todo, a presidência do Senado cabe ao PMDB. Falta apenas definir se Renan Calheiros será reeleito para o cargo.


******

Por que a presidência é tão disputada?

O cargo de Presidente da Câmara dos Deputados é alvo de grande disputa não é à toa. Conheça alguns motivos pelos quais disputam os candidatos:

1- Total ascendência sobre a pauta de votações da Casa. É o presidente da Câmara quem dá a palavra final e determina quais serão apreciadas pelo plenário;

2- É o segundo na linha de sucessão à presidência da República;

3- Tem instrumentos políticos para pressionar o governo;

4- Decide sobre a abertura de processo de impeachment contra o presidente da República;

5- Administra um Orçamento de R$ 3 bilhões (a maior parte deste valor destina-se a pagar os salários de parlamentares, servidores, aposentados e pensionistas);

6- Detém projeção política e visibilidade diária na mídia;

7- Tem direito a casa oficial, carro oficial e motorista particular. Conta também com um jatinho da Força Aérea Brasileira a sua disposição;

8- Faz a ponte entre o governo e a oposição na discussão de projetos e impasses políticos.


******

Enquanto isso, na capitania de Vasco Fernandes Coutinho...

A nova Assembléia Legislativa do Estado também já começa a se mobilizar para a escolha de seu novo presidente. Até agora, não temos nenhum candidato oficial e as reuniões para o lançamento das candidaturas mal começou.

Seguindo o exemplo de Brasília, a Assembléia Legislativa do Estado foi palco para escândalos de corrupção e acompanhamos o desenrolar do caso do Mensalão Capixaba que também acabou em Pizza e impunidade.

E, para começar bem o novo ano no Legislativo estadual, temos oito deputados iniciando seus mandatos respondendo a processos na Justiça. Do “esquema das Associações”, apenas o deputado Luiz Carlos Moreira (PMDB) conseguiu reeleição. O deputado teve seu pedido de cassação arquivado pela Corregedoria da Casa, mas na última semana a Justiça estadual bloqueou os bens e quebrou os sigilos bancário e fiscal de Moreira com base nas denúncias de participação no esquema.

Sérgio Borges (PMDB) ainda não conseguiu se livrar da acusação de ter recebido R$30 mil, em 2003, para ajudar a eleger José Carlos Gratz presidente da Assembléia. Seu processo ainda tramita no TRF da 2ª Região, no Rio de Janeiro, e se encontra nas mão da desembargadora Julieta Lunz.

Janete de Sá (PSB) ainda pode ter muita dor de cabeça por causa das cervejas compradas por seus servidores com o carro oficial. Seu pedido de cassação protocolado na Corregedoria pode ser retomado. Ademais, o Ministério Público Estadual também investiga o caso.

No caso de Jardel dos Idosos (PMN), supostas ameaças de morte feitas contra um vereador também renderam processos contra ele. Já Guerino Zanon (PMDB), mesmo sendo o mais votado, também tenta reverter uma condenação em primeira instância por improbidade administrativa quando foi prefeito em Linhares.

Luciano Pereira (PSB) é acusado de irregularidades durante sua campanha para deputado. Reginaldo Almeida (PSC) é suspeito de compra de votos. A previsão era de que o inquérito fosse enviado para o Ministério Público Eleitoral. O órgão tem a missão de apurar se Reginaldo cometeu desvio de conduta ou se não tem envolvimento com a suposta irregularidade e pode, ainda, denunciar o deputado por suspeita de crime eleitoral.

Wolmar Campostrini (PDT) inicia seu primeiro mandato na Assembléia com os bens bloqueados e com os sigilos bancário e fiscal quebrados pela Justiça estadual. O parlamentar é apontado como beneficiário de um cheque de R$ 3 mil, supostamente destinados a uma associação. Segundo o Ministério Público Estadual, o deputado Luiz Carlos Moreira foi quem intermediou a liberação dos recursos.

Só para lembrar:

26,7 MILHÕES foi o valor desviado dos cofres da Assembléia Legislativa durante o período de 1998 a 2002, na Era Gratz, por meio do “Esquema de Associações”.

**********

Por falar em Espírito Santo...

Neste fim de semana começa o Campeonato Capixaba 2007, prometendo ser um dos mais disputados, com equipes investindo em comissões técnicas e jogadores de qualidade para abrilhantar o Estadual deste ano.

Como boa Colatinense que sou, estou feliz por ver duas equipes de minha cidade disputando o Capixabão. E podem ter certeza que, toda segunda feira, vocês receberão por aqui notícias do CTE Colatina e Clube Atlético Colatinense. Já que as equipes do interior do Espírito Santo nunca tem a devida atenção dos grandes veículos de comunicação do Estado, quero trazer ao conhecimento de todos os méritos das equipes colatinenses, pelo menos. Colatina rumo ao título!!!

Abraços a todos e as mais sinceras desculpas pelo atraso na postagem desta semana.


11 comentários:

BruneLLa França disse...

Esqueci de comentar!!!!!
Ontem HUGO CHÁVEZ tomou posso em Caracas, Venezuela, para o seu terceito mandato como presidente daquele país. Em seu discurso de posse, prometeu continuar firmemente sua política antimperialista.
Chávez é anti-estadunidense declarado e quer por em curso seu projeto para de uma América Latina Bolivariana.
Ave Ele!!!

Sylvia disse...

Pois é, ô assembléia lodosa essa nossa. Mas que não seja o fim do mandato desses trambiqueiros que acabe com as investigações.

Esporte hein... nossa "Ave Franklin" mostrando sua variabilidade jornalística.

Só uma coisa, a capitania é de Vasco Fernandes Coutinho :)
Acontece de trocar...

BruneLLa França disse...

Desculpem o engano!!!!

Simone Azevedo disse...

sem comentários. como sempre, esta coluna me mantem informa sobre os acontecimentos políticos.
...
e agora sobre os esportivos também.

BruneLLa França disse...

O apoio do PMDB ao candidato Arlindo Chinaglia dá uma boa vantagem ao petista na corrida pela presidência da Câmara. Resta saber se todos os peemedebistas votarão em Chinaglia. Se acontecer, vai ser inédito, porque a bancada do PMDB nunca votou unificada em nenhuma votação da Câmara.
Já o apoio do PSDB a candidatura do petista não parece muito sólido, à medida em que vários tucanos já disseram que não concordam com a resolução do partido. Até mesmo o ex-presidente FHC pronunciou ontem em contrariedade a decisão que parece ter sido de apenas alguns membros do partido. Além disso, parace que alguns membros do tucanato pretendem lançar um candidato próprio à presidência da Casa. O nome cogitado é o do deputado Gustavo Freut (PSDB-PR).
Daqui até o dia da votação, muita coisa ainda pode acontecer.

BruneLLa França disse...

A disputa pela presidência da Assembléia Legislativa do Estato promete ser intensa e difícil!
Até o momento, temos sete possíveis candidatos. São eles: Cláudio Vereza (PT), Élcio Álvares (PFL), Guerino Zanon (PMDB), Marcelo Santos (PTB), Hércules Silveira (PTB), Reginaldo Almeida (PSC) e Aparecida Denadai(PTB). Vamos ver como se dá o desenrolar das articulações dos presidenciáveis, até mesmo dentro dos partido, para depois ver quem realmente vai até o final da desputa.

Por quê todos querem a presidência da Assembléia?
1- O presidente da Assembléia Legislativa é o segundo na linha de sucessão ao governo do Estado;
2- Indica cargos comissionados - mais de 400 - à Mesa Diretora e em outros departamentos;
3- Tem total ascendência sobre a pauta de votações da Casa. É o presidente quem determina quais serão apareciadas pelo plenário;
4- Decide junto a mais um componente da Mesa Diretora sobre a abertura de processos de cassação contra deputados;
5- Administra um Orçamento de, aproximadamente, R$92 milhões;
6- Detém projeção política e visibilidade;
7- Decide questões de ordem nos termos do regimento interno;
8- Convoca as sessões ordinárias e extraordinárias da Assembléia Legislativa.

Não é por pouco que os deputados disputam!
Torço para que o eleito saiba muito bem utilizar desse poder. E espero que não tenhamos surpresas desagradáveis nesses quatro anos. Chega de casos de corrupção terminando em impunidade!

claudio sergio disse...

É muita sujeira para um país só. É por isso que no Brasil a questão da saúde, educação e segurança estão cada vez mais precários justamente para manter uma indústria de votos, com promessas falsas uma grande parte da populção acredita em promessas eleitoreiras.Enquanto o povo sofre com a falta de uma estrutura social nossos políticos brigam para ver que leva a melhor fatia do bolo, digo, do dinheiro público..
E ainda dizem que a nossa Assembléia Legislativa foi renovada.

claudio sergio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
claudio sergio disse...

Brunella sobre a Venezuela, Hugo Chávez prometeu implantar o socialismo no país, baseando-se na estatização. Destaque a nacionalização do petróleo principal fonte da economia venezuelana.

Elza disse...

É mesmo uma costura essas votações-acordos. Até o presidente Lula se viu surpreso com o PMDB. E o Renato Casagrande que contava com o voto do governador PH para Aldo e de repente......ficou sabendo da troca, sem sequer ser avisado.Êta mundinho sujo!

BruneLLa França disse...

É Sérgio, definitivamente, é muita sujeira para um país só! Às vezes até embrulha o estômago escutar, ler algumas notícias vindas de Brasília, de Vitória e outras cidades mais...

Elza, os acordos políticos nem sempre são os mais lógicos ou esperados. O governador Paulo Hartung que, a princípio, seguiu a orientação do senador Casagrande, recusou em seu apoio a Aldo Rebelo e passou a apoiar a candidatura de Arlindo Chinaglia.
Eu acho que o Governador foi precipitado, mas é até compreensível, porque o PMDB, seu partido, não costuma fechar acordos desse tipo. Os deputados, quase sempre, votam de acordo com seus interesses. E diante de uma posição nacional do PMDB em apoiar Chinaglia, o governador voltou atrás em sua posição.