sábado, 14 de julho de 2007

A Venenosa por Simone Azevedo

Rolos, chifres e papel higiênico

“Conheci um cara semana passada. Ele era perfeito. Doce, sedutor e atencioso. Olhava-me como se eu fosse a mulher mais maravilhosa do mundo. E o jeito como ele me fazia promessas e juras de amor eram tão convincentes que eu me senti verdadeiramente amada. Ele conheceu meus pais. Eles o adoraram. ‘Maurício parece ser um ótimo rapaz, minha filha’, disseram-me. Meus amigos o adoraram. Sua simpatia conquistou a todos. Ele me conquistou. Falava-me de seus relacionamentos anteriores e me fazia acreditar que eu era a mulher que ele sempre procurou. ‘Nascemos um para o outro’, disse ele.
Uma bela manhã acordei pensando nele. Era só o que eu fazia depois de conhecê-lo. Telefonei. Ele estava estranho. Frio. Distante. Disse que precisávamos conversar. Nos encontramos. ‘Olha só, Ana, o problema não é com você, é comigo. Acho melhor darmos um tempo. Nós nos precipitamos e confundimos as coisas. Te cuida’, foi o que conversamos.
Meu mundo caiu. Como pode? Suas promessas eram tão sinceras, seu olhar era tão apaixonado. Seus beijos eram tão meus. Ainda estou zonza e não acredito nas coisas que ouvi. Parece até que ele sofre de dupla personalidade. Foi horrível!”
Ana, 21 anos, estudante.

Ana foi apenas mais uma vitima de um chifrofóbico.
Chifrofobia é um distúrbio comportamental desencadeado por um grande histórico de desilusões amorosas seguidas de chifres, corneações, enganações e abandonos. É caracterizado por um intenso pânico e ojeriza a relacionamentos duradouros.
Conheça como age esse “tipo” muito comum de malandro para não cair na lábia dele.
1) Se apaixonam e desapaixonam com a velocidade da luz;
2) São sedutores. Fazem a vítima se sentir a única mulher da vida deles. Para isso fazem todo tipo de promessas que a imaginação permite. Inicialmente, estimulados pelo calor do momento, chegam a até a acreditar nas promessas que fazem;
3) São doces e conquistam seus pais e seus amigos;
4) São inseguros e parecem querer provas de amor a todo o momento;
5) Jogam o fracasso dos relacionamentos anteriores na sua cara para cobrar carinho e atenção;
6) Fazem você se apaixonar perdidamente e depois te abandonam com uma mão na frente e a outra atrás com justificativas absurdas e desmioladas: “O problema não é com você”, “ Nós nos confundimos”, “Foi muito bom ficar com você, mas preciso de um tempo pra mim”, Etc.
7) Esquecem-se facilmente das promessas e juras de amor feitas;
8) Acham que você e ele devem continuar amigos como se nada tivesse acontecido;
9) Dias depois esfregam outra na sua cara provando que você só foi apenas mais uma a entrar para a coleção.

Glossário de um chifrofóbico
1) “O problema não é com você” = “não estou interessado em você porque o problema é com você”
2) “Nós nos confundimos. Não era bem assim...” = “enjoei de você”
3) “Foi muito bom ficar com você, mas preciso de um tempo para mim” = “enjoei de você”
4) “Gosto de você, mas não está dando mais certo” = “enjoei de você”
5) “Melhor a gente ser só amigo” = “não estou interessado em você”
6) “Melhor terminarmos, mas não quero perder a sua amizade” = “enjoei de você, mas não faça escândalo”
7) “Foi muito bom ficar com você, mas...” = “enjoei de você”
8) “Estou confuso. Não quero me prender a ninguém nesse momento” = “não estou interessado em você”
9) “Te cuida. A gente se vê por aí” = “enjoei de você, não estou mais interessado em você e não vou te procurar”.
*****************
O papel higiênico é para você, vítima de um ou mais chifrofóbicos, enxugar as lágrimas. É quase impossível não cair na lábia dele.

8 comentários:

Damiana disse...

huahuahuahuhuahua Eh Si... devorando textos d auto-ajuda, rhum to vendo q isso vai da futuro huahuahuahuahuhau
Chifrofóbico essa palavra sinceramente pensei q fosse um neologismo O.o
Hilario esse texto!!!
Vlw pelos momentos d risadas ahuhuahua

Bju =*

Aline Dias disse...

aahuahauahuahuahua

só você.

BruneLLa França disse...

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA


KD A DAMIANA P NÃO ME DEIXAR FALAR???

SEGURANDO OS DEDINHOS***

BruneLLa França disse...

SIMONE, COMECE A ESCREVER O LIVRO JÁ!

Simone Azevedo disse...

Não segure os dedinhos Bru.
FALA!
FALA!
FALA!
FALA TUDOOOOO!

Vou escrever o livro assim que tiver tempo e inspiração.vamo vê o q vai sair.

huahauhauahuahauh

uxi disse...

Mone outra vez você com seus textos de auto ajuda,parece que este estilo veio para ficar,mas sinto falta das entrevistas ousadas,de coisas diferentes que eu sei e acredito podes produsir,audiencia é importantissimo,qualidade mais ainda,beijos Uxi.

BruneLLa França disse...

EU SEI QUEM É A ANAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!

*-*

Deixa d frescura e escreve logo esse livro Simone!
¬¬'

Simone Azevedo disse...

Olha anônimo mostrando a cara aí gente!!!
O nome do anônimo que ninguém sabe quem é é UXI
E agora, alguém sabe quem é?
Ele saiu do anonimato ou não?
huahuahauhauahuahauh
UXI, vc está questionando a qualidade dos meus textos de auto-ajuda e dicas amorosas???
Espero que não, porque se estiver...
Eu posso piorar.
huahuahauahau
Isso vende UXI. VENDE!
Ou seja, as pessoas precisam, leem, gostam.
Mas, não se preocupe, meu momento BESTEIRAS EM ESCALA INDUSTRIAL não é permanente.