quinta-feira, 26 de julho de 2007

Ave Franklin! Por BruneLLa Wyvern.

Eu preciso falar da Marta!


Há pouco mais de um mês, eu me despedi do blog por uns tempos, sem saber se eu voltaria. Confesso que me fez mais falta do que eu imaginava escrever por aqui. Mas, como já havia comunicado aos meus colegas blogueiros, disse que voltaria depois das férias da UFES. Não consegui esperar! Acontecem coisas demais neste país e eu preciso falar!

Mais um escândalo envolvendo o nosso Congresso Nacional (está virando rotina, aff)! A Operação Navalha da Polícia Federal revelou outro esquema de lavagem de dinheiro, tráfico de influência e mais alguns crimes por aí, envolvendo parlamentares e lobistas. Sobrou até para o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Nunca uma pulada de cerca foi tão comentada no país! Perde apenas para a ex-secretária – e também Mônica – Monica Lewinski e o ex-presidente estadunidense Bill Clinton.

Um coleguinha do Senado, que não quis se identificar – também, pudera, olha só o que ele falou – afirmou que é raro encontrar um senador que não tenha a sua Mônica e o seu lobista. Pois é, não é? Mas que coisa essa perseguição da imprensa, da opinião pública, das pessoas que se ocupam desses assuntos – será que não tem mais o que fazer esses chatos que insistem em acompanhar a política deste país?

Perdoem-nos, digníssimos senadores! Afinal, para que tanto trabalho para ganhar uma eleição se não se pode tirar proveito disso? Os salários de parlamentares são muito baixos! (Eles deveriam fazer uma greve!) Para que se dar ao trabalho de ser senador da República se não houver umas vantagenzinhas por fora? Oh, que lástima!

Agora, descobrem que o presidente pecuarista do Senado, Calheiros vendeu bois de seus latifúndios para “fantasmas”. Que coisa não? Eu não sabia que do outro lado a galera também era chegada num churrasco! Ah, e dizem que a representação do PSOL, apresentada pela presidente do partido, Heloísa Helena, contra o senhor Calheiros não tem fundamento... É... Quem sabe?

Continuando no Congresso Nacional, dizem que sofremos uma grande perda com a morte do senador Antônio Carlos Magalhães (DEM-BA), mais conhecido na política como ACM ou, ainda, Toninho Malvadeza. Para mim, como diria a Tia Lilia, já foi tarde!

Já vieram me dizer que o Carlismo acabou na Bahia. Não sei se é bem assim não. A morte do chefe não significa a morte do bando todo. Tudo bem que a vitória do petista Jacques Wagner na eleição para governadores diz muito. Mas ainda é cedo. E não duvidem, ainda ouviremos falar muito do deputado federal ACM Neto. Até porque, ele é fonte de quase todos os repórteres da Globo que cobrem Brasília – vide os telejornais da emissora (e já deixou bem claro que adora aparecer na frente das câmeras... e da Câmara também!).

Ainda no Planalto Central, outra CPI bagunçada agita governistas e oposição. É a CPI do Apagão Aéreo, que lutou muito pra existir e ganhou força com a tragédia envolvendo o Airbus da TAM no último dia 17 de julho, que matou 199 pessoas. O caos nos aeroportos, o descaso com o passageiros, a péssima administração dos órgão responsáveis pela aviação nacional levaram o presidente Lula a trocar de Ministro da Defesa. Sai Waldir Pires, entra Nelson Jobim com carta branca do presidente para resolver a crise aérea. Nunca antes na história deste país tivemos tanta confusão nos céus tupiniquins (Perdoem-me a paráfrase, não resisti!). O comando da Aeronáutica gostou da troca. Elogiaram o fato de Jobim ser mais “jovem e firme”. Vamos ver no que isso vai dar! Pior do que já está... Melhor não completar o ditado.

Muito bem, a parte política acaba aqui, mas o texto ainda não. Isso porque eu preciso falar da Marta! Não pensem me refiro à Ministra do Turismo, Marta Suplicy. Pelo que me consta, ela deve estar relaxando e gozando em algum lugar do país. Enfim, EU PRECISO FALAR DA MARTA, CAMISA 10 DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL FEMININO.

Não sei se todos sabem, mas eu cresci no mundo do futebol! Isso graças às boas influências do meu pai, comentarista esportivo da Rádio Difusora de Colatina, desde quando eu sequer fazia parte de seus sonhos mais remotos de um futuro. O que eu quero dizer é que meu pai sabe tudo sim de futebol. E eu, a filha mais velha, fui aprendendo, fui gostando de ir ao estádio, daí a pouco já gostava de comentar também. Para gostar de entender e de jogar futebol foi um passinho!

E eu, que além de futebol, sou apaixonada pelo esporte, não posso estar mais deslumbrada, encantada, hipnotizada com essa seleção feminina de futebol que, em plena quinta-feira LOTOU o Maracanã!

AHA, UHU O MARACA É DELAS! (Visualizem esta colunista que vos escreve gritando, pulando, realizando os passinhos da coreografia da torcida nas arquibancadas). O MARACA TEM UMA RAINHA! O MARACA É DA MARTA!

Escuto muitos dizendo que o futebol arte é raridade hoje, que está quase morto, salvo um ou outro jogador. MENTIRA! Quem diz isso é porque nunca viu a seleção feminina jogar! Elas marcam também, tem fome de bola, como os homens. Mas o talento, os toques certeiros, os dribles, a graciosidade ao jogar isso só as meninas têm! ELAS FAZEM ARTE COM A BOLA NOS PÉS!!! Ah, como é lindo ver as meninas jogar! Não existem palavras para escrever sobre o que é ver a Marta jogar! APAIXONANTE!

Nenhuma medalha de ouro do Brasil nesses jogos Pan-Americanos terá tanto mérito quanto a das meninas do futebol. 33 Gols em seis jogos e nenhum gol sofrido. Isso é inédito! São 18 guerreiras que carregam nas costas o peso de representar a pátria das chuteiras, mas sem a décima parte do apoio e da estrutura que o futebol masculino têm. As que jogam no exterior têm emprego garantido uma temporada inteira, podem viver do futebol. Mas as que estão no Brasil, precisam sobreviver de outras formas enquanto não tem um campeonato para disputar. ISSO É UMA VERGONHA!

Já está mais do que na hora da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) investir no futebol feminino. E isso desde as categorias de base. É inegável a contribuição do esporte para formar cidadãos, para dar oportunidade de integração e ascensão social. Quantos meninos saem das favelas, saem de famílias pobres e mudam de vida jogando futebol? Por que as meninas não podem ter a mesma oportunidade?

E se alguém ainda vier me dizer que o futebol feminino não tem público n o Brasil é melhor nem chegar perto, ou não respondo por mim! Que espetáculo aconteceu nos gramados do Maracanã! Que espetáculo deram as meninas em campo! Que espetáculo deu a torcida nas arquibancadas! Eu chorei! Mas é impossível não se emocionar vendo Marta e cia. jogando!

Que fique o exemplo delas. Que fique o fair play do jogo feminino. Que fique a beleza, a graça. Que fique o indiscutível talento que as jogadoras de futebol feminino têm!

MARTA, MAJESTADE MARTA, NÃO EXISTEM PALAVRAS QUE POSSAM SER DEDICADAS A VOCÊ!

MAGNÍFICA, PARA DIZER O MÍNIMO!

MUITO OBRIGADA PELO SHOW!

**reverência**

PARABÉNS A TODAS AS GUERREIRAS ATLETAS DO BRASIL!

Quanto aos políticos... Ainda falaremos muito deles por aqui!

Até a próxima!

13 comentários:

scully disse...

Sem comentários a dizer. Pq em poucas palavras vc disse tudo
Vivas a Seleção Marta e mais 10 jogando e uma vaia bem dada no restante dessa corja safada de politicos oportunistas.
Na hora da festa todo mundo quer ser pai da criãnça, agora que a merda foi feita ninguém assume a cacaga.

BruneLLa França disse...

Concordo Deia...
Mas, estamos aqui, de olho em nossos políticos...

Qto a Marta, ela é sem comentários!!!

BruneLLa França disse...

Eu sei que os assuntos envolvendo a política são os mais importantes e sobre os quais eu deveria refletir e escrever, mas eu não resisti...
Quem resisti à Marta jogando futebol???? Não há meios!!!

§ Xena § disse...

Ahhh..nem tenho o que falar...política realmente não é o meu forte.Mas admito que estou até sabendo demais dos acontecimentos!!
A Marta e outro políticos nem se preocupam,pois são cara-de-pau.O povo brasileiro,trabalhador,não em jatinhos particulares pra ir pra lá e pra cá.Enquanto eles,tem de tudo particular e nao se importam em nada.
Nossa,falei uma imensa bobagem,desculpem-me!!!
É CLARO que eles se importam com alguma coisa....
O rouba rouba!!!
Até parece Loto,ja notaram???
-Eu quero!
-Eu quero mais!!!
Enquanto isso não acabar..enquanto não tomarem vergonha de verem que vós os elejemos para um futuro mais justo,continuará nesta porcaria ou....até pior!!!!

BruneLLa França disse...

Ah manuxinha... devo admitir que essa sordidez dos políticos enoja a qualquer cidadão de bem e, com certeza afasta muitos dessa atividade tão nobre q é a política!!!

§ Xena § disse...

Ahh...não deixaria de dizer....

OLÉ OLÉ MARTAAAAAAAAAAAAAAAAAA
CUIDADO MARTINHA,QUE AGORA TEMOS OUTRA MARTA,A DA SELEÇÃO BRASILEIRA XDDDD

Natasha. disse...

Bom,como todos estamos estafos da situação caótica do senado,dos politicos,emfim,de toda essa corja que se fez poder por meio do voto de uma nação confusa diante de tantos fatos que nos assolam o dia-a-dia,podemos finalmente encher a boca e falar que somos os melhores da América e temos a MELHOR jogadora do mundo,isso é de encher o peito de qualquer um.Vermos que finalmente,nem que possa ser(E eu espero que não!)momentaneo,um reconhecimento para com essas meninas tão dedicadas...Mas um dia,em breve,chegaremos lá.O céu é o limite...E claro:A Marta é demais!(Vem pro Corinthians,pelos Deuses!)
Parabéns Bru,muito boa e coesa a sua colocação.

Suzana disse...

Ela voltou!!! AAAAAAAAAAA!
Saudade de ler vc, Bru!
E eu adoraria ser a Marta Suplicy: só r* e g* por aí.
Amei a citação da Tia Lilia ;)
Bjs, amiga!

BruneLLa França disse...

Obrigada pelo comentário TaSha!
Esses nossos políticos estão gostando bastante dos escândalos! E a mídia adorando a carnavalzeta* no Planalto Central!!!

Suuuuuuu!!!!!
Eu precisava voltar!!! E claro q eu tinha q citar a tia Lilia!!!
^^

QTO A MARTA: VEM PRO VASCO, PELO AMOR DO OLIMPO INTEIRO!!!

*carnavalzeta: mistura de carnaval fora de época com micareta fora de hora.

Simone Azevedo disse...

Brunella que bom q voltou!
Você fez tanta falta!
E como já era de se esperar voltou com toda a acidez que os político brasileiros merecem.

Mas não acho que falar da Marta (a rainha Marta) seja desvincular o assunto da política. Se a política desse país desse atenção a criança carente, ao adolescente do suburbio, ao jovem ocioso que somente espera uma oportunidade pra mostrar todo o talento, toda a garra, toda a arte, toda a vida que tem e que lhe é roubada pelo descaso, pela fome, pela violência, pela miséria, pela corrupção, nós teríamos muitos, muitos outros exemplos como o da Marta, a melhor jogadora do mundo, como o da Daniela, uma das excpcionais artilheiras da seleção feminina, como o da maravilhosa Pretinha, como o da Cristiane e como o de todas as outras que mostraram um talento, uma graça, um futebol como eu nunca vi igual.

Que me perdoem a nossa seleção masculina, mas é inegável a superioridade dessas mulheres que não têm incentivo nem oportunidade nenhuma de desenvolver seu talento e de trabalhar no futebol.E ainda assim deram um show inesquecível. A seleção masculina precisa deixar o preconceito e orhulho de lado e se espelhar nas nossas craks. E quem sabe jogar um futebol como o delas.
Agradeço a Deus por ter visto o melhor jogo de futebol da minha vida!

Viva a seleção brasileira feminina de futebol!
Nunca uma medalha teve tanto sabor de vitória.

BruneLLa França disse...

Espetáculo... é o mínimo adjetivo que podemos dar a nossas meninas das chuteiras douradas!!!

E, sim Simone, é necessário uma política séria para o desenvolvimento do esporte no país! Não só, mas também no futebol feminino!
Elas provaram que sabem tudo com a bola nos pés e deixaram muito marmanjo de boca aberta!

EU QUERO SER QUE NEM A MARTA QUANDO EU CRESCER!!!
*-*

Katarine Rosalem disse...

Olá! Acho que é a primeira vez que deixo um recado neste blog...
Há tempos a política me causa náuseas, repugnância e me faz mal. Um dia já pensei que pudéssemos mudar alguma coisa, que nosso voto pudesse, enfim, melhorar alguma coisa nesse país. É uma pena. Admito que ando um pouco incrédula. Mas tenho certeza que o que sinto é passageiro. Um dia ainda vou voltar a acreditar nos os homens que 'fazem política' no Brasil. Que eles são pessoas sérias e comprometidas com sua real função: zelar e trabalhar para dar uma vida digna e democrática à população que as elegeu.
Bom, falando de futebol, ah, o futebol. O que seria do Brasil sem o esporte mais popular dessa nação? Aliás, o que seria do país sem o esporte? Este que ainda é capaz de levar alguma esperança para as milhares de pessoas que vivem nas periferias das grandes cidades. Elas que muitas vezes, compõem a maioria dos nossos atletas. Tenho certeza que não fomos os únicos a se encantar com o SHOW que as meninas deram no Maraca. A America inteira pode ver o que todos já sabem, menos a CBF e as autoridades responsáveis pelo esporte e o futebol no Brasil: que as mulheres também sabem 'jogar bola'(e ultimamente, talvez até mais do que os homens). O que elas fizeram diante de 70 mil pessoas, a seleção masculina não conseguiu fazer nos últimos anos. Foi lindo! Foi um espetáculo! Foi emocionante e impossível não encher os olhos de lágrimas. Parabéns à Marta e a todas as meninas campeãs. Elas merecem!
Tb dedico um post a elas no meu blog.
Um abraço!
Obs: pretendo voltar mais vezes.

BruneLLa França disse...

"Os políticos, pelo mesmo motivo que as fraldas, têm que ser trocados constantemente".

Ana Carolina - ela é tudo, sei do que falando, eu vi de perto - durante seu show citando frase que ouviu no filme "O homem do ano", de Barry Levinson.

Katarine Rosalem obrigada pela visita! Sinta-se a vontade... e volte sempre!