quarta-feira, 4 de julho de 2007

Quero ser Miriam Leitão, por Sylvia Ruth

Bill Gates já era

Clarissa me comentou que Bill Gates já não era mais o homem mais rico do mundo. Falei semana passada sobre milionários, e hoje cá está o fulano quem nem milionário é, é sim Bilionário – e muito bilionário. O nome dele é Carlos Slim Helú, tem 67,8 bi de dólares americanos no bolso (8 bilhões a mais que o cara da Microsoft) e discurso de cooperação pela América Latina na boca.

Aos 15 anos de idade o ainda rapaz, mas já afortunado, tinha 44 ações do Banco Nacional do México (Banamex) – estou quatro anos atrasada. Hoje ele pastoreia as empresas mexicanas América Móvil (móvel, logicamente) e a Telmex (fixa), a primeira controla a Claro e a segunda a Embratel, além disso tem alguma participação na rede de tevê a cabo Net.

No México, as fundações das empresas do cara investem em restauração de prédios coloniais do centro histórico da capital; pagam fiança de presos que cometeram crimes leves para evitar que fiquem anos na cadeia, aguardando que o sistema judiciário lento resolva seus problemas; têm programas de nutrição para crianças que vivem nas regiões mais pobres e cobrem as despesas cirúrgicas de pessoas de zonas rurais do México.

Especula-se que aqui no Brasil ele vá investir alguns níqueis em infra-estrutura e saneamento básico. Se ele tiver dificuldade em gastar essa merreca aí, pode aparecer na minha casa pra trocar umas idéias.

Irônico é que hoje faz dez anos que o ex-homem mais rico do mundo (ou seria homem ex-mais rico do mundo?) apareceu pela primeira vez como o homem mais rico do mundo. Pra você sentir a diferença, naquele ano, 1995, ele tinha apenas 12,9 bilhões de dólares ianques.

Veja a matéria do Fantástico aqui


Mais alguma coisa sobre o dólar

Até o fechamento desta edição (chiquérrimo isso), o dólar estava em alta de 0,10%, cotado a R$ 1,909 devido ao 4 de julho nos EUA. O fato é que duas coisas fizeram o dinheiro verde que move o mundo descer ladeira a baixo: déficits nas contas estadunidenses e a valorização da moeda verde e amarela em relação a outras moedas, principalmente – mas não unicamente – as dos países emergentes, que aliás também se valorizaram em relação ao dólar.

Sobre se o dólar baixo é bom ou ruim, a gente já ouviu muita coisa. No fim, fico com as sábias palavras de Joelmir Beting: “os perdedores fazem barulho e os ganhadores mudam de assunto”.

Achei um infográfico bem ilustrativo pra vocês sacarem quem são os perdedores e os ganhadores nessa briga de foice.


Só pra acabar

Me diz o que os coreanos estão fazendo comemorando o dia da independência dos Estados Unidos? (a última foto)

11 comentários:

arcanjo disse...

daqui 20 anos não vai ter pro americano nem pro mexicano, eu serei o homem mais rico do mundo, sócio da mais poderosa corporação de comunicação do planeta "três patetas corporation"!

BruneLLa França disse...

Alguém, por favor, pode fazer o telefone do nosso amigo bilionário aí chegar até Shamylle??????

É URGENTE!

Obrigada!

Simone Azevedo disse...

Esse bilionário aí é solteiro?
Caso seja, ele gostasria de mudar isso?

Sobre a Última foto: também não entendi Sylvia. coreano é um povo muuuuuuuito estranho.

BruneLLa França disse...

Estariam os coreanos sendo irônicos?
sádicos?????
povo esquisito!

Simone Azevedo disse...

Estariam os coreanos sendo loucos?
Se essa moda pega até nós (brasileiros) estaremos um dia comemorando as datas importantes deles.
Espero já não estar mais entre os vivos quando isso acontecer.

BruneLLa França disse...

E, Simone, por direito, o nosso querido bilionário deve ser apresentado primeiro a Shamylle!!!

Simone Azevedo disse...

Brunella, não entendi pq primeiro Shamylle. Pq ela tem a preferência?

BruneLLa França disse...

Pq desde sempre Shamylle s preocupou c o futuro promissor e estável das Bernadettes!
Por isso, ela tem preferência!
S ela não quiser, aí vc entra na fila!

Simone Azevedo disse...

que chato isso. eu tbm me preocupo com nosso futuro, Bernadettes.

BruneLLa França disse...

Si, sorry, mas a preferencia é da ShaSha!

uxi disse...

É tudo muito bom esta tudo ótimo para quem ganha,mas me fala sobre oque a riqueza se sustenta,esplorar é facil,pricipalmente quando se trata de investimentos finançeiros nos quais não vemos pessoas e sim numeros,mas por traz disso tudo exite mais que nossa prepotência supõem ter.Cara ou coroa a moeda tem dois lados.