sábado, 16 de fevereiro de 2008

Ave Franklin! Por BruneLLa França


A dor de cabeça dos cartões...

O assunto das últimas semanas no cenário político é mais um escândalo alardeado pela imprensa (alguma novidade até aqui?). Até uma ministra caiu. Tudo isso por causa dos tais cartões corporativos.

Muito bem... Qual é o problema de pagar tudo com um cartãozinho? Não vivemos na era do fantástico dinheiro de plástico? Então! Por que não podem nossos excelentíssimos deputados, senadores, ministros, presidente e toda a macacada fazer uso de um desses venerados acessórios presentes nas carteiras de tantos pelo mundo?

Conta de restaurante? A gente paga com o cartão!
Móveis para casa? Passa o cartão e tá tudo certo!
Lixeira de R$ 990,00? Ah! Tá baratinha! É so passar no cartão que tá tudo certo.

Nada demais, não é?

Não seria mesmo se o cartão não fosse bancado pelo seu, pelo meu, pelo nosso dinheiro!!!

Não seria nada demais um deputado pagar a conta do restaurante com um cartão de crédito pessoal, mas pagou com o cartão corporativo. Foi obrigado a devolver o dinheiro. Mas isso é pouco! Tinha que perder o mandato por mau uso do dinheiro público, crime previsto na Lei.

Comprar móveis para casa e pôr no cartãozinho mágico acontece todos os dias. O problema é deixar a conta pra gente pagar.

Se o reitor da UnB vê necessidade de comprar uma lixeira de quase mil reais, o problema é dele. Seria, se ele tivesse pago pelo objeto com dinheiro dele. E não satisfeito com isso, informou por meio de sua assessoria de imprensa que não havia feito nada de errado com o cartão, que os gastos estavam dentro da legalidade.

As manobras para barrar a CPI dos Cartões já começaram. Mas ela vai acabar saindo. Mais um circo montado no Planalto Central. E o pior é que os tratados como palhaços somos nós!



Enquete em homenagem à nova CPI.
Qual seu sabor preferido de pizza?
a) Quatro queijos.
b) Frango.
c) Portuguesa.
d) Calabresa.
e) Mista, a preferida em Brasília.

5 comentários:

arcanjo disse...

a de quatro queijos é muito boa!

BruneLLa França disse...

adoro a portuguesa

Aline Dias disse...

ui.

quam sabe um dia ele me pague um cinema?

Sylvia Ruth disse...

Pra mim tanto faz. E antes que me obriguem, digo logo eu: "pode botar na minha conta".

BruneLLa França disse...

onde a gnt arranja cartõeszinhos legais assim?