quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Ave Franklin! Por BruneLLa França.

O discurso da mudança ganhou os Estados Unidos

As desconfianças do mundo em torno do resultado da eleição estadunidense terminaram no anúncio de Barack Hussein Obama Jr, de 47 anos, como o mais novo residente da Casa Branca. Sim, os Estados Unidos da América elegeram o primeiro presidente negro da história do país. Quarenta e quatro anos após o fim da segregação racial, Obama é o 44º a assumir o governo daquela nação (recuso-me a fazer análises esotéricas aqui!).

Após dois longos – e duvidosos – mandatos de George W. Bush, os democratas voltam ao poder. Obama conquistou os eleitores com seu carisma e retórica. O primeiro presidente democrata a alcançar a maioria absoluta dos votos válidos. Não é pouco para um político considerado tão jovem, que sai do Senado diretamente para a Casa Branca.

O mais impressionante é como Obama conseguiu votação tão expressiva sendo um candidato de fora do establishment dos partidos. Nas primárias do partido, ele derrotou ninguém menos que a senadora Hillary Clinton, então favorita para disputar as eleições deste 4 de novembro.

O lema “Yes, we can” foi gritado por jovens, negros, brancos, mulheres. Uma verdadeira multidão assistiu ao discurso da vitória do jovem presidente na noite de ontem em Chicago.

A vitória de Obama foi nada menos que arrasadora. Ele venceu com folga no Colégio Eleitoral e no voto popular. E os estadunidenses ainda lhe deram maioria no Senado e na Câmara dos Deputados, um cenário promissor para o novo presidente. É claro que o desastroso governo de Bush contribuiu para a derrota dos republicanos. O fim da “era Bush” era quase um clamor dentro dos EUA. Outro fator que teve importante destaque na eleição foi / é a crise financeira que sacode o mundo e ajudou a sepultar as últimas chances de McCain.

A campanha de Obama também merece destaque. O trabalho de comunicação organizacional foi praticamente perfeito. A maior marca da campanha dele - e o motivo pelo qual a eleição americana não mais será a mesma - foi o uso revolucionário da internet para arrecadar nada menos que US$ 700 milhões e a utilização de diferentes canais de mídia para divulgar sua candidatura.

Os discursos feitos durante a corrida presidencial foram considerados brilhantes. Obama frisou que foi o único a se opor à guerra do Iraque desde o início e defendeu um cronograma de retirada das tropas, palavras que foram de encontro ao clamor do povo estadunidense.

Assolado pela crise financeira e desgastado pelo governo Bush, um discurso inflamado, cheio de esperança e proferido por um jovem candidato convocando o povo à mudança encontraram eco e apoio entre o eleitorado. O resultado quase não podia mesmo ser diferente.

Com o apoio do mundo, no dia 20 de janeiro Brack Obama assumirá o governo da (ainda) maior potência econômica e militar do planeta. E é claro que ele vai trabalhar para manter esse status. Fica a expectativa do COMO fará isso, já que, pelo perfil, Obama é contrário a guerras.

O mundo inteiro também aguarda as diretrizes do novo presidente para a economia. A questão de Cuba também é outro ponto a se prestar atenção. E o Brasil, bem, nós devemos ter uma dificuldade maior para exportar produtos para os EUA. A política protecionista deve se intensificar. O problema da imigração também deve ser tratado por Obama, mas, então candidato, esse tema não foi muito abordado durante a campanha.

O que não se pode negar é que para os Estados Unidos a eleição de Obama é, de fato, uma (r)evolução.

O discurso da vitória

6 comentários:

Carla Silva e Cunha disse...

ola

Parabens pelo seu blog é muito interessante.

Carla

http://www.arte-e-ponto.blogspot.com

D.Ramírez disse...

Oq ganhou nos USA é o mesmo quando ganhou o daqui...nada de diferente..

GUILHERME PIÃO disse...

Espero que ele faça um ótimo governo para acabar de vez por todas das pessoas serem julgadas pela raça..etc..etc...e não pela competência.
Abraços

Ynot Nosirrah disse...

Mais tarde escreverei também sobre as eleições dos EUA.
Boa sorte no trabalho de vocês.
Gostei de seu blog. Voltarei sempre que puder e houver alguma novidade. Venha conhecer meu espaço e será bem-vinda.

http://conscienciaacademica.blogspot.com/

arcanjo disse...

poxa agora não vai dar paraa falar mal dos eua! temos que encontrar um novo diabo!

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

será???